Shallow Life

Lacuna Coil, a banda que foi a razão desse site existir.
Conheci o Lacuna por volta de 2004 na época o disco mais recente era o Comalies, não é o melhor mas comparado com o que veio depois, acabou subindo na minha opinião.
Lacuna Coil é uma banda italiana, e o titulo significa “Espiral vazia” – Lacuna Coil é italiano, muita gente acha que é um nome em inglês. Veio la dos meados dos anos 90 e provavelmente se inspirou bastante no estilo “Bela e a Fera” que muitas bandas góticas do mesmo período faziam. Porém o estilo enfraqueceu, cansou e a banda precisava continuar. Foram adaptando o estilo até chegar em um gothic-new-metal, com claras influências de Evanescense, Linkin Park, Korn e outras. Enfim virou uma salada mista, tentando agradar gregos e troianos, as vezes até consegue.

Lacuna Coil - Shallow Life

Segundo o wiki a banda se formou em 94, chegando agora nos seus 15 anos de vida lançando seu quinto álbum de estúdio o Shallow Life.
Semanas antes do lançamento do disco o Single Spellbound foi lançado com direito a video-clip e tudo mais.
Dava para prever o que vinha por ai.
O disco é estranho, não encontrei nenhuma palavra melhor para definir.
As letras na maioria sao pobres, valorizando mais a sonoridade das palavras do que algum sentindo ou uma coisa mais profunda.
Musicalmente, algumas faixas são legais, bem feitinhas e tal. Só não consigo entender porque enfiam tantos efeitos na voz da Cristina Scabbia.
É serio, a voz dela é linda, poderosa, aveludada, não tem nenhuma razão ou lógica colocar efeitinhos na voz.
Bem vamos faixa a faixa dissecar o Shallow Life.

I Survive

A música que abre o disco começa com um efeitinho estranho, mas da uma explosão que se mantivesse ao longo da música seria bem interessante, mas a tentativa de “rapzinho” da Cristina não acho que ficou interessante. A música entra num loop de “i survive” que acaba cansando muito rápido. O que salva é que ela tem vários momentos “old-style-lacuna”.

I Won’t Tell You

Dance? House? DJ Bobo? Madonna? Han?
Não entendi mesmo qual era a intenção dessa música, acho que esqueceram que eles fazem metal?
Acho que essa música ficaria bem num disco da Britiney Spears.

Not Enough

Ah … pianinho e a voz da Cristina.
Gosto do clima dessa música, me lembra muito a fase Comalies.

I’m Not Afraid

Lendo o titulo dessa música eu já fiquei com medo.
Parceria Linkin Park e Lacuna Coil, teria sido legal se fosse isso mesmo, mas no final foi só uma pobre apropriação de um estilo que não é o do Lacuna.

I Like It

i DONT like it.

Underdog

Eu acho que ja ouvi essa música em algum lugar.
Outra música que parece que foi feita por outra banda e usando um “gerador de letras”.
Não acrescenta em nada.

The Pain

O solinho de introdução acho que foi tirada de alguma música do Half Life, não sei.
Mais do mesmo, talvez só para fazer volume mesmo no disco.

Spellbound

A menina dos olhos do disco, primeiro single.
É uma música bem comercial, agitadinha e com um refrão totalmente chiclete. Por mais que você não tenha curtido a música, o refrão vai ficar na sua cabeça.
O clip é muito bom – tecnicamente falando. Fotografia perfeita, muitas tomadas otimas.
Tudo muito bem construido para arrebanhar um mercado cada vez mais exigente.
A música não é ruim, no contexto é até boa.

Wide Awake

Mais da voz e pianinho da Scabbia.
Tem algumas interferencias mas não chega a estragar a música.
Pra mim a melhor música desse álbum.

The Maze

Música pra encher linguiça. Bem parecida com as outras, mesma formulinha, riffs parecidos, enfim podia ter passado sem essa também.

Unchained

Outra músiquinha com um pézinho na pista de dança.
Mas ela muda tanto de estilos que fica indefinida.
Enfim, ainda bem que está acabando.

Shallow Life

A música titulo do disco é uma das poucas se salvam também.
É mais um exemplo que uma letra razoavelmente bem feita e APENAS a voz da Scabbia são suficientes para fazer uma música boa.

Bonus track – Oblivion

Ainda bem que é bonus, porque não vale nada.
Dá pra passar sem.

Resumo da ópera, um disco fraco, bem produzido, com um excelente trabalho técnico, mas como na música técnica é quase que dispensável o disco não se salva.
Eu achei ele melhor que o Karmacode o que não quer dizer muita coisa.
Fui um pouco cruel com o review do disco, mas infelizmente ele não me agradou nenhum pouco, acho que vai ser mais um disco que vai ficar encostado juntando poeira.
Minha amiga Mel fez um review um pouco mais carinhoso do disco, é bom ter uma segunda opinião.

10 thoughts on “Shallow Life”

  1. Mel says:

    O meu não tá tão mais carinhoso não, eu concordo contigo em muitos pontos, mas sim é bom ter uma segunda opinião, e eu não achei melhor que o Karmacode >< o Shallow Life tá bem pior eu acho… E vc não foi cruel, não mesmo… tem muitas músicas que rola passar sem mesmo… A única diferença é que eles tinham que montar um cd e deviam estar sem música.

  2. Tânatos says:

    Também não achei crueldade nenhuma. A banda deveria estar disposta a desagradar os antigos fãs p/ ganhar o público (aarrrghh!!) pop! E têm conseguido… (shit!). Não é msmo melhor q o Karmacode e sem dúvida q eles estavam s/ música… =///

    Um cd vazio d uma espiral vazia!

  3. Arlindo-88 says:

    [Comentário correto]

    A banda não é mais ‘gothic metal’, ‘metal’ ou ‘gothic’… “Shallow Life” é definitivamente ROCK – apenas isso.

    Quando uma banda muda a sonoridade para algo mais popular, músicas mais simples, algo mais comercial, perde muitos fãs antigos mas ganham muitos fãs novos. É o que está acontecendo. Muitos amaram o novo CD, mas muitos odiram também, a própria banda sabia que isso iria acontecer.

    A sonoridade do novo disco é exatamente essa: música mais ‘pop’ para agradar os novos fãs e vender mais. Isso não é necessariamente ruim. Eles têm contas a pagar também…

    As influências de Linkin Park e Evanescence são bem claras mas ainda é Lacuna Coil. A nova onda ‘pop’ do disco me deixou apreensivo logo que ouvi o “Shallow Life” mas ouvindo outras vezes, curti muito o álbum.

    Músicas como “Spellbound”, “I Like It”, “I Won’t Tell You”, “I’m Not Afraid” e “Wide Awake” são tipicamente feitas para singles e canções que grudam na cabeça (pra não dizer que são repetitivas). Me surpreendi com alguns solos e riffs mais pesados, isso é muito bom de se ouvir neste disco.

    De forma geral, o disco é bom, mas as músicas estão pobres, sem originalidade, as letras estão pobres, sinal de desespero para subir com os novos fãs.

    Não me espantaria se “Shallow Life” fosse o disco mais vendido ou popular deles. Eles querem isso e estão no caminho certo, pois quando uma banda vai ficando mais velha, os discos vão perdendo a audiência e “Shallow Life” está dando sinais de que a cada novo disco o Lacuna Coil se torna mais ‘pop’ (no sentido de ‘ganhar mais fãs e agradar desde o fã de Iron Maiden até o fã de Madonna’).

    Resumindo: “Shallow Life” mostra um Lacuna Coil mais aberto à mudanças, aberto a novos fãs, mais ‘pop e comercial’. Um disco bom, com refrões-chicletes, pronto para vender, já dando sinais desta mudança em “Karmacode”.

    Sucesso a esta nova fase! =)

  4. Lisiane Braga says:

    Caramba, era mais fácil dizer que você achou o pior disco da banda!! Essa foi a crítica mais cruel que já vi!! [Muitos risos!] Mandou ver!!!!!!! rs Abraço!!

  5. zap.br says:

    Concordo com seu ponto de vista, acho que realmente é isso …
    porem, fico com saudade do lacuna velho, da voz da Scabbia sem efeitinhos e tal ..
    Não sou contra a banda buscar ser mais popular, arrebanhar mais fans e etc … mas acho que tem espaço para todos e acho que falta uma banda boa, de peso, com vocais e temáticas fortes …
    sinceramente, acho que bandas pop tem muitas, ser pop é fácil.
    Díficil é uma banda pop fazer um som trabalhado e de qualidade como era o lacuna antes.
    Imaginou o NSYNC fazendo uma musica da qualidade de heven’s a lie ? Complicado né ?
    Por isso que eu fico “sentido” quando uma banda da qualidade do Lacuna vai na cabeça de produtores e gravadores, empobrecendo a sua música para conquisetar um espaço que eles já tem …
    Quanto aos fans, pode aumentar a quantidade dos fans, mas e a qualidade?
    aqueles fans de verdade mesmo ? será que só estao acompanhando a “mais nova banda pop q surgiu” ? Acho que fans estilo “jonas brothers” não combinam muito com o perfil do Lacuna.

    Enfim é uma discussao muuuito longa, com muitos pontos de vista …
    Abraços grandes …

  6. Tinah says:

    Esse é um dos melhores cds que eu já ouvi na minha vida. Ouço todo santo dia, 2, 3 vezes. Sou a principal ouvinte de Shallow Life na Last.fm e chego a ouvir ela 100 vezes por dia.
    Cara, sem explicação. Parece que é igual os fãs de Papa Roach em ‘Metamorphosis’, é como uma banda nova. Perderam muitos fãs, assim como Linkin Park que está perdendo também. Sei lá, bandas mudam, perdem fãs, ganham fãs… Mas eu amo demais Shallow Life, muito massa mesmo.

  7. ANONIMO says:

    cara pq esse site é lacunacoil.com.br ??
    sendo que o assunto meno falado aki é a banda Lacuna Coil.
    acredito que esse endereço ñ esta sendo muito bem utilizado. passa a bola pra outro cara. esse site num tem nada se dedicando realmente a banda.

  8. zap.br says:

    Então o site é lacunacoil.com.br pq na época o registro estava disponível e eu fiz a compra com a intenção de fazer um fan-site do Lacuna Coil.
    O site não rolou por diversos motivos. E recentemente a ultima proposta foi que eu gentilmente doasse o domínio.
    Sinceramente, eu ja tive alguns custos com o site, pagando a manutenção, registro e hospedagem do site ao longo desses anos, acho no minimo injusto que eu “doe” o domínio.
    Não estou querendo fazer grana com o site, então estou aproveitando o domínio da melhor maneira possível.

  9. Lex says:

    Nao cara, pode ter sido fraco ou ruim e tudo mais, po meu esses caras nem sabem comentar de nada, sinto muito, eles criam o site da banda e ao invez de tentar levantar ou dizer poderiam ter sido melhores ficam esculachando?????

    por favor neh……

    se vcs sao tao bons assim pq nao montam uma banda ou coisa parecida???

    eu gostei de algumas musicas do novo cd,,,,, e po kra acho q 2009 foi um tempo de mudanças para todsss ,,,,, nao somente pra musica mas pra tudo,,,,,

    mudaram, tentaram ser melhores nao conseguiram,,,, fazer o q ,,, teem a vida toda pra melhorarem e nao cabeee a nossss ficarmos criticando negativamenteeee sem contruir pelomenos um comentario construtivo pra eles,,,, essa é minha opiniao

  10. Rodney says:

    Na minha opinião o Unleashed memories e o Comalies são álbuns incríveis, mas a partir do karmacode eu acho que a banda começou a perder a sua essência e com o Shalow life perdeu totalmente, eu gostaria que próximo álbum deles fosse como os de antes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>